Pão de Canela e Prosa – Onde as palavras têm sabor
Pão de Canela e Prosa

A PACIENTE IDOSA

Hoje, eu estava no consultório e chegou uma paciente de noventa e dois anos que operei de colecistectomia – o procedimento foi feito na senhora de idade avançada devido à urgência do quadro. Ela entrou sorridente e depois de um abraço caloroso, me disse que estava muito bem salvo alguns momentos que sentiu dor localizada ou algum...

ÁGUA

CHUVA E BURACO É impressionante como tem buracos nas vias públicas da cidade. De qual cidade? De todas que atualmente estão sendo devoradas pelas chuvas, enchentes e em consequência disso, desabamentos, destruição e mortes. É incrível o número de cidades que apresentaram perdas imensas devido à essa temporada maior de chuvas. Chuva é...

ENCONTRO

No encontro dos corpos O amor, a dor, a excitação O desejo falando mais alto O cheiro, o gosto, o suor A noite convidando ao sexo A vida, a espera, a vontade As peles no contato mais íntimo A pele, os pelos, o carinho… Os corpos entrelaçados As pernas, os braços, os lábios O calor trocando de peito O peito, o ventre, o dorso Mais há...

LASANHA

Apesar do meu pai, quando eu era criança, encher a boca para dizer: “Nós somos italianos!”, minha família, desde a avó paterna que não era da Itália, jamais cultivou costumes e tradições italianas. Ninguém falava italiano nem com palavras, nem com gestos. De comida mineira e hábitos brasileiros, eu cresci. Sempre adorei...

O PACTO – 13º CAPÍTULO

Eles caíram e Augusto percebeu que estavam dentro da redoma de energia que protegia a igreja. Ele estava ferido. Tinha muitas queimaduras no corpo, as asas estavam quebradas e sentia dor imensa. Estava, no entanto, feliz. Ele conseguiu tirar o patrão do inferno. Estêvão aceitou a sua insistência e resolveu sair de lá, quebrar o pacto. Quando...

O PACTO – CAPÍTULO XII

Dentro da igreja, Selma começava novamente a se inquietar. Há quanto tempo estavam ali? Ela não sabia. Ninguém mais usava relógio de pulso e os celulares estavam todos paralisados. O relógio que tinha na parede ao lado do altar estava parado ao meio-dia. Será que todos estavam ficando loucos? O que será que estava acontecendo lá fora...

OVELHA NEGRA

“Foi quando meu pai me disse, filha, você é a ovelha negra da família…” Rita Lee cantava “Ovelha negra” e a gente sofria: éramos todos ovelhas negras, éramos todos errados – ou certos, não sei! O importante é que na época do grande sucesso, éramos todos adolescentes, adultos jovens, achando que quem estava...

O PACTO – XI CAPÍTULO

_ Eu vou atrás dele – gritou Augusto. _ Não vá – intercedeu o Arcanjo. – Você não pode ir ao inferno. _ Mas eu preciso tirá-lo de lá – retrucou o anjo que estava desesperado pela decisão de Estêvão. – Eu não vou perdê-lo. O arcanjo vendo quão decidido estava o gerente do restaurante que voava sem uma...

O PACTO – DÉCIMO CAPÍTULO

O tempo.parado não dava para quantificar a espera. Anjo Augusto e Arcanjo rodavam ao redor da igreja, mas não podiam se afastar demais porque o entorno eram chamas destruidoras e quentíssimas. Tinham que proteger Catedral junto com as preces e energia que vinham de interior. Se vacilassem, mesmo em território sagrado o fogo destruiria tudo. De...

O PACTO – IX CAPÍTULO

O cenário estava caótico. Fogo para todo lado destruía Juiz de Fora paralisada no tempo. Os carros da Avenida Rio Branco, com o calor insuportável explodiram e causavam mais incêndio. Até a Magnólia, árvore centenária que floresce o ano todo do lado direito da escada que leva o fiel da calçada para o velário pegou fogo e as flores...