Pão de Canela e Prosa – Onde as palavras têm sabor
Pão de Canela e Prosa

O ESTRANHO NO CEMITÉRIO

O PACTO – PARTE I Ele estava muito triste! Não sabia o que fazer da vida. Estevão era casado, pai de três filhos pequenos e descobriu que estava falido. O filho do meio estava com quatro anos e há seis meses estava doente. Passou esse tempo último internado em vários hospitais e pouco tempo em casa. Estêvão estava devendo muito...

JÁ PASSOU

“Já passou, já passou Se você quer saber, Eu já sarei, já curou Me pegou de mal jeito Mas não foi nada, estancou…”1 Assim como na música do Chico Buarque, as coisas passam. O mal que tanto mal nos faz, passa. O sofrimento, a dor intensa, passam. O desespero, o desengano, a perda passam. Um dia, passam. Um dia passa...

SEXTA-FEIRA

Fim da semana Não o fim de semana Mas a conclusão de vários dias de trabalho, correria e desassossego. Sexta-feira Hora de respirar e pensar que cumpriu-se o destinado, A lista de afazeres, As obrigações… Sempre as obrigações às quais nos fizemos ser obrigados a resolver… Sexta-feira Hora, dia, talvez poucos minutos De se...

ARROZ COM FEIJÃO E CAFÉ COM PÃO

_ “Majestade, o povo não tem pão! _ Ora, pois que comam brioches!” Esse diálogo atribuído à rainha Maria Antonieta (1755-93) mostrou, para zombaria mundial e até à atualidade, o quanto a rainha da França desconhecia os problemas do povo francês. Se pensarmos na época, no entanto, os franceses comiam brioches com regularidade...

MEUS MOINHOS DE VENTO

Eu queria parar de pensar Parar de imaginar o que está por vir Eu queria parar de esperar Parar de ter essa ansiedade terrível… Queria poder não ouvir, não falar Não ter que acreditar, não ter que jurar… Eu queria poder repousar Deitar a cabeça em um travesseiro macio e frio E dormir o sono dos justos… Queria esticar o meu corpo...

ATÉ QUANDO?

Os sonhos passam Os desejos passam A vida passa muito mais devagar… A vontade de fazer mais passa A alegria de realizar, de criar passa A vida passa mais devagar… O corpo, o vigor, a energia passam A cor dos cabelos, a lisura da pele passam A vida passa mais devagar… E nessa discordância de tempo Resta o quê, para aquela lenta...

PROÍBA-ME DE PENSAR!

Proíba-me de pensar! Tape meus olhos para que eu não veja O que me acontece à queima roupa. Não deixe que meus pensamentos – tão cruéis -, Prossigam elocubrando dores, Ofuscando sonhos, Apertando o peito! Proíba-me de pensar! Proíba-me de remoer fatos, de revirar situações… Proíba-me de sentir! Não interfiram mais meus...

ÉTER VERMELHO SANGUE

Preciso do éter vermelho como sangue Para anestesiar minha mente E diminuir a fúria do vulcão A lava incandescente de ideias O vapor inebriante de desejos A loucura que não me permite parar… Preciso do vermelho liquido viscoso Que me desce pelo pelo corpo E me sobe até o cérebro fervente… Apaziguar a inquietude Amenizar o rebuliço...

TALVEZ SABEREI

TALVEZ SABEREI A vontade de ser outro A vontade de ter outra coisa A esperança de conseguir um lugar longe ou perto Talvez, quem sabe, essa esperança seja a unica saída… Sei que quero tudo diferente Menos tudo que faço, vivo e espero O que fazer com esse momento atual e feio? O que fazer para sofrer menos? Não sei! Não sei! Talzez...

PESSOAS “PINOCHIAS”

Tem muita gente que é “pinnochia”. Sim, eu uso o nome do boneco de madeira do Gepetto, o Pinóquio, para me referir a pessoas mentirosas. Acho que é um dos piores defeitos do ser humano a mentira. Há pessoas que vivem de mentiras e há aquelas que criam uma mentira e acreditam na sua mentira e passam a viver dela. Não há nada...