A VIDA PASSA – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

A VIDA PASSA

por-do-sol-ii

O sol se esconde de trás das montanhas,

A tarde que cai é triste, até medonha…

 

O vento da noite agitando meus cabelos,

Me trás desejos que não posso tê-los.

 

Me faz cantigas de ninar, de sonhar,

Me lembra o som doce do mar…

 

Na terra que racha aos meus pés,

Na sombra que me faz ter fé

 

No dia seguinte, na aurora atual,

No encontro de frases, num ritual

 

De anseios e de desejos

A vida me passa e me cobre de beijos…

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

5 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *