ACETETO – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

ACETETO

Eu já falei de soneto.
Expliquei que é uma forma literária da poesia onde temos quatorze versos. Todos devem sem ser rimados, metrificados e o mais perfeito é o “Alexandrino Clássico” onde cada verso tem doze sílabas métricas com uma sílaba tônica – a cesura – na sexta sílaba. As rimas devem ser rimas ricas alternadas, primeira e terceira, segunda e quarta de cada quarteto, seguindo outra ordem mais livre nos tercetos, mas sempre com rimas ricas.
Em “ACETETOS”, Marcelo Acetti nos presenteia com uma forma nova de poemas: acetetos – são poemas de sete versos de sete sílabas cada. Como disse o poeta e contador de histórias infantis na introdução do seu livro:

“acetetos
Depois de muito estudar, testar, experimentar formas e fazeres, acho que alcancei um jeitinho agradável de compor meus versos. Meio soneto de comprimento por uma redondilha maior de largura, contabilizando sete versos de sete sílabas. Quanto à temática e à abordagem, o quarteto apresenta o tema e o terceto vem com um desfecho “ácido”, ou – por que não dizer? – acético…

acetetos, acetábulos, acetilas acetos, Sete, Sete, acético Aceti!”

“ACETETOS” é um livro lindo de sete capítulos com sete poemas em cada capítulo de sete versos de sete sílabas para brincar com o sobrenome italiano “ACETTI” – que para os amigos no Brasil acostumados com o som do “C” é simplesmente “A7”.

Marcelo Acettl é um autor nacional. Uma pessoa que sabe o que quer, que quer o que faz e o faz bem-feito.
Ele estará todos os dias – de 07 a 10 de novembro – na Feira Literária de Niterói.
Nossa campanha:
ABRACE UM AUTOR NACIONAL.
Marcelo Acetti estará esperando todos nós na FLINIT.
Vamos lá conhecer o “Aceteto”.

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *