ADORARIA – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

ADORARIA

Sabe, eu acredito que a gente

Muito tenha a se dizer…

Acho-te linda, empolgante,

extasiante, excitante…

 

Adoraria ter-te em meus braços,

Lamber-te o colo sem escrúpulos,

Adorar cada célula do teu ser,

Emaranhar-me em ti em cada crepúsculo.

 

Acredito muito que a gente

Se sinta bem juntos, n’algum dia,

Se beije, se deite, se tenha…

 

Adoraria ter-te em meus braços,

Mas sei que nossos mundo pessoais

Tudo fariam pra nos separar!

Coisas da Noite, 1997.

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *