APOCALIPSE SEGUNDO FAUSTO – MARCOS DEBRITO – RESENHA – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

APOCALIPSE SEGUNDO FAUSTO – MARCOS DEBRITO – RESENHA

Título : APOCALIPSE SEGUNDO FAUSTO
Ano: 2020
Edição 1
Páginas: 200
Gênero: Terror
Editora: Editora Coerência
Idioma: Português
ISBN-10: 9786587068053
Autor: Marcos DeBritto
Formato: Capa dura – 16×23

Sinopse
Com os indícios de que o fim do mundo está próximo, um ator reconhecido por interpretar Jesus é acusado de ser o Falso Profeta depois que pequenos chifres crescem em sua cabeça. A massa fervorosa, que anteriormente o venerava, começa a enxergá-lo como uma ameaça à sobrevivência e partem em busca de seu sacrifício para que sejam salvos das trombetas do apocalipse.


Resenha:
Os capítulos são escritos em formato de versículos e apresentam passagens bíblicas importantes para o enredo, O Apocalipse Segundo Fausto é um livro que mostra um terror católico sobre hipocrisias que regem a sociedade.
O volume em questão é uma obra de arte. Capa dura, ilustrações e até mesmo o papel em que foi impresso completam a beleza desse livro – quadros famosos e ilustrações nos traços de Gustave Doré, feitas por um teólogo, o livro “fala um pouco da situação do país que vivemos hoje, quase uma distopia em que religião, política e opinião se tornaram uma coisa só”, segundo Marcos.
Fausto é um ator que durante sete ou oito anos interpreta um único papel: Jesus Cristo no teatro aberto da Semana Santa no Nordeste do país. Um fato interessante ocorre quando ao completar seus trinta e três anos de idade, uma chuva torrencial o impede de representar o último ato que seria a ressureição de Cristo no terceiro dia. O ator entra em conflitos psicológicos com relação à idade e à falta da apresentação do momento em que Cristo ascende aos céus.
Fausto passa ainda a perceber que lhe nascem pequenos chifres na testa e passa a ter pesadelos com o demônio.
Um homem que pela sua interpretação de Jesus Cristo é venerado nas ruas por muitos que, às vezes até lhe pedem bênçãos, pode ser visto como o anti-Cristo.
O que fará Fausto para impedir que a massa que o venera passe a odiá-lo?
O livro é ótimo e quando se começa a ler não dá vontade de parar. O vocabulário do livro excelente nos leva a um desfecho inesperado e digno do autor que sempre nos surpreende com suas narrativas.
Recomendo “APOCALIPSE SEGUNDO FAUSTO”.

O Autor:

Marcos DeBrito é cineasta, escritor e professor de direção e roteiro. Nascido em Florianópolis, é graduado em cinema pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e especializado em escrita criativa. Teve aulas com Robert McKee em seu célebre seminário Story, a partir do qual criou sua própria oficina de direção e roteiro audiovisual, realizada em diversos locais pelo Brasil, e também o curso Fundamentos de roteiro e narrativa, que ministra na LabPub. Escreveu, dirigiu e produziu curtas e longas-metragens de suspense e terror, pelos quais foi premiado diversas vezes dentro e fora do país; ganhou dois Kikitos no prestigiado Festival de Gramado, em 2001 e 2007. Consolidado na literatura nacional, teve um de seus romances, À sombra da lua, indicado ao Prêmio Jabuti de literatura em 2013, e constantemente participa de painéis, eventos e mesas sobre temáticas envolvendo os gêneros terror e suspense. Vive em São Paulo com sua esposa e filhos. Apocalipse segundo Fausto é sua décima obra publicada. Acompanhe o autor: www.instagram.com/marcos_debrito www.facebook.com/marcoshgdebrito twitter.com/marcos_debrito

Onde comprar:
Com o próprio autor pelo Instagram
http://editoracoerencia.com.br/livros/apocalipse-segundo-fausto/
https://www.americanas.com.br/produto/1919301811/apocalipse-segundo-fausto
https://www.estantevirtual.com.br/martinsfontespaulista/debrito-marcos-apocalipse-segundo-fausto-2417421148
https://www.submarino.com.br/produto/1919301811/apocalipse-segundo-fausto

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *