ARREBENTANDO BARBANTES – ROGÉRIO TADEU – RESENHA – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

ARREBENTANDO BARBANTES – ROGÉRIO TADEU – RESENHA

ISBN: 978-85-94200-03-7

Editora: PARATEXTO

Número de páginas: 122

Ano de publicação: 2018

Produção Editorial: Fernanda Lima

Capa: Daniele Froes

Editoração Eletrônica: Aline Torres

Revisão ortográfica: Emanuelle Ferrugini

 

O livro tem prefácio do poeta Jorge Lenzi e a primeira orelha do músico e compositor Thiago Miranda. A impressão é de ótima qualidade.

A poesia do Rogério flui transparente como sua alma. Versos que ocultam e mostram o que o poeta quer dizer.

 

“Até que o retorno não foi tão bom

É que sua ida não doeu tanto…”

 

Aqui ele mostra que quem foi, realmente não fez e não faz falta. Se era pra ir, era pra ir de vez. Não precisa voltar.

 

Essa foto é de uma sensibilidade fantástica onde o poeta vê além da figura da mulher à sua frente. E ele a tem e ela é muito mais do que tudo aquilo que mostra. Mas ele a vê através dos olhos, através da sua própria alma.

 

Aqui neste quarto

se eu tivesse um infarto fulminante

Eu morreria obstante.

 

Não importando o fato do infarto fulminante matar, o poeta aqui mostra a solidão. Mostra que há somente almas que o acompanham silenciosas. Ele está só no quarto a espera de algo pior.

 

Quando você se cansa da sua janela

não adianta trocar a paisagem.

 

Um poema simples que diz tudo. Me remonta ao Manuel Bandeira Bandeira no seu poema “O beco”.

 

Acreditar que um eleito

não deturpa ou fragmenta o propósito do voto.

 

Existe um lado político na poesia do Rogério e ele queria acreditar… No poema “Operário” ela mostra a sua vontade de acreditar em um futuro melhor, acreditar em uma solução para o país.

 

Em todo o conjunto do livro o que sentimos é um homem romântico, apaixonado pela vida e por alguém. Vemos um homem ao mesmo tempo simples e tão complexo, cheio.de ideias maravilhosas que vão sendo mostradas em fragmentos no seu livro.

Vale a pena conhecer o poeta e o livro. Vale a pena ler cada linha e interpretar cada entrelinha.

Aconselho a leitura de “ARREBENTANDO BARBANTES” do Rogério Tadeu.

 

AUTOR:

Rogério Tadeu Ferreira, nasceu em Recreio MG. É técnico em mecatrônica e artes dramáticas.

Foi premiado com melhor espetáculo infantil no festival de Campos, e terceiro melhor espetáculo no festival de Duque de Caxias sendo integrante de elenco.

Foi premiado no festival de esquetes de Niterói na categoria de dramaturgia escrita.

Escritor de quatro livros de poesia: O Porte, Sensível Homem Que Sou, Dormindo em Queda Livre e Arrebentando Barbantes.

 

ONDE COMPRAR:

www.editoraparatexto.com.br

https://www.amazon.com.br/Arrebentando-barbantes-Rog%C3%A9rio-Tadeu-Ferreira/dp/859420003X?qid=1533045957&refinements=p_27%3ARog%C3%A9rio+Ferreira&sr=1-7&ref=sr_1_7

https://www.facebook.com/rogerio.ferreira.joey.kinser

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

1 comentárioDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *