BIRDA GRUNDO – CHÃO DE PÁSSAROS – MARIA NAZARÉ LAROCA – RESENHA – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

BIRDA GRUNDO – CHÃO DE PÁSSAROS – MARIA NAZARÉ LAROCA – RESENHA

BIRDA GRUNDO – CHÃO DE PÁSSAROS
Autor: MARIA NAZARÉ LAROCA
Editora: ASSOCIAÇÃO EDITORA ESPÍRITA F. V. LORENZ
Ano de publicação: 2017
ISBN: 978-85-869848-22
Páginas: 104
Gênero: Poesias (bilíngue)

(…) os pássaros-poemas de Nazaré Laroca guardam um olhar singelo, mas não simplista, sobre os mistérios do tempo, das relações, dos afetos, da evolução, do fugaz e efêmero de mãos dadas com o eterno. Desfilam os mistérios do fazer poético, dos sulcos da experiência deixados na pele, das estações do ano. São flores poéticas desentranhadas dos passeios no parque, dos olhares do cão e da criança, dos mistérios enfim da vida.
O livro bilíngue é escrito em português e esperanto.
O Esperanto é uma língua internacional planejada que foi lançada em 1887 com objetivo de facilitar a comunicação entre os povos de diferentes países e culturas.
O autor do Esperanto foi o médico polonês Lázaro Luís Zamenhof (1859-1917) que o lançou com o pseudônimo “Dr. Esperanto” que significa nesse idioma “aquele que tem esperança” em um livro denominado “Unua Libro de la Lingvo Internacia”. Portanto, o nome original do Esperanto é “Lingvo Internacia”, que melhor se traduz por “língua para ser internacional”.

Resenha:
O livro é um primor. Um trabalho excelente da poetisa e esperantista, defensora e divulgadora da Língua Esperanto criada por L. L. Zamenhof (1859-1917).
São poemas leves, alguns profundos, alguns cheios de um lirismo que é próprio da poetisa.
Sua obra é cheia de detalhes pós-modernistas como a métrica livre, a falta de rima, mas ao mesmo tempo a alusão à mitologia, ao classicismo da literatura brasileira. É essa uma das características da poesia pós-modernista onde temos liberdade de falar de coisas atuais das formas mais diversas possíveis, inclusive com alguns poetas buscando a métrica, rima e estilo rígido do parnasianismo.
Nazaré nos presenteia com noventa poemas, alguns autobiográficos. Poemas bucólicos como SINTONIA: “E o sabiá caminha com leveza na grama do jardim…” No poema ÚLTIMA HORA, a poetisa nos mostra o vazio da alma em alguns momentos de reflexão. A realidade presente no poema ALEPPO, com uma analogia ao Mágico de Oz, ela mostra a realidade da Síria. Nazaré ainda nos faz passear por Buenos Aires e outros lugares em que esteve, nos faz voltar no tempo e ao ler seus escritos, ouvimos música. A música erudita está presente na sua poesia e no livro podemos cumprimentar Mozart, Bach, entre tantos que soam belas árias enquanto lemos seus poemas em português e esperanto.
A obra já seria perfeita se fosse somente em português, mas a embaixadora do esperanto, criou o livro bilíngue e na mesma página temos o poema em Esperanto e em português. Deu até vontade de voltar a estudar Esperanto. Não falo mais há pelo menos trinta e cinco anos.
Parabenizo a escritora e poetisa Nazaré Laroca pela obra que eu recomendo.

A AUTORA:

Professora Doutora em Letras pela Universidade Federal Fluminense; Mestre em Linguística e Filologia (Linguística) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1979); professora aposentada da Universidade Federal de Juiz de Fora. ex-professora Titular do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora; poeta, membro da Academia Juiz-Forana de Letras.

VENDA DO LIVRO:
Nas redes sociais da autora.

http://esperanto.org.br/info/index.php/18-disvastigado/5-o-que-esperanto#:~:text=O%20Esperanto%20%C3%A9%20uma%20l%C3%ADngua,lan%C3%A7ou%20com%20o%20pseud%C3%B4nimo%20%22Dr.

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

2 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *