POESIAS – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

Categoria -POESIAS

EU QUERIA MORRER

Eu queria morrer Como morrem os passarinhos… _ Não sei como morrem os passarinhos, Talvez caiam das árvores, Talvez tenham uma crise Convulso-expirante E após se estrebucharem, Ascendam aos céus. Aos céus, Sim, porque também as aves Têm almas! Queria morrer como um passarinho, Melhor seria dos menores, Daqueles que cantam a mais não...

EM UMA NOITE ESCURA

Numa noite escura, Numa praia qualquer, Junto a mil barqueiros, Navegantes, loucos, Eu apareci! E não vinha de lugar algum, Somente trazia nas mãos As sandálias que se arrebentaram E vestia-me de raios de lua…   E na noite escura, Na transparência das águas Claras pela lua rosada, Tornava-se mais e mais Aquela fragrância...

VOCÊ CORRE RISCOS

Ao nascer Você corre risco De ser branco, De ser negro. De ser pardo, ruivo… Você corre riscos De ser rico De ser pobre De ser muito pobre Você corre riscos Ser bonito De ser feio De ser muito feio Você corre riscos De ser desse Ser daquele De não ter país Você corre riscos Ter saúde Ser doente Ser muito doente…   Você sempre...

VOCÊ VAI EMBORA

E aí, você vai embora Usando como roupa As marcas do nosso passado As coisas boas a enfeitar seu colo, As alegrias e esperanças como agasalho. Os planos futuros serão deixados para trás E o desejo de nos consumirmos um no outro Nunca mais!   E aí, você vai embora E eu permanecerei nu no frio Já que tudo que mais amo Você vai levar...

PASSOU?!

Passou o tempo… Quanto tempo… E eu te vi! O olhar perdido na distância, Não me viu do lado. O nariz, meu Deus! Não sentiu sequer meu cheiro. O corpo mavioso, que saudade, Não tocou o meu ao passar… Estás diferente! Não és mais o que foste, Ou não foste e não és o que eu sonhei. Te vi! Arrepiaram-se-me os pelos, Os poros...

VIDA

A vida por detrás de uma dor se esconde, Mostra-se sorridente em um frio palco, Transforma-se em tormenta ou em fugas talco, Mas é o que temos para ir não se sabe aonde…   Há dias em que tudo perde a razão De caminhar, viver e fere o vazio Das pedras do caminho esse corpo frio Em silêncio agarrado à alma ou não…   Que...

MINHA VIDA SE ESVAI

Deixo escapar meu ar todo momento Eu perco meu rumo toda hora Sempre deixo fluir todo meu tormento Vendo-me sozinho como estou agora…   O meu coração não suporta mais A grande distância que nos separa Minha solidão pouco a pouco trás Mais escuridão e esperança rara…   Minha seiva perde-se no horizonte Sombrio de minha...

LEMBRANÇA MORTA

As montanhas ao longe Me lembram seu corpo exposto ao sol E tudo está comigo, Menos você, Retratada apenas na lembrança morta De um dia no passado, Quando nos amamos na areia branca da praia…

PAZ

Meu sonho maior Acredito Nunca será realidade. Não posso fidar-me De que tudo que desejo Como um simples beijo Um afago, um carinho, Não fazem parte Desse meu caminho.   Por mais que eu busque Por mais que eu sonhe A construção de pedra Fortemente armada Não permitirá  que o sol Invada meu coração Trazendo alegria Paz,

NO MESMO RITMO

Abri os olhos Senti seu corpo colado ao meu A noite foi extasiante O amor foi completo A vida só existe Porque você existe Não ouso me mexer Não quero mudar esse contato Nao quero perder esse calor Que você passa Pele a pele Um suspiro Um pequeno gesto E eu me viro pra você E você, frágil, embriagada de sono, Deita sua cabeça no meu...