POESIAS – Página: 9 – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

Categoria -POESIAS

IGUAL

  Igual? Não sei! O mundo passa, O sonho agita, O futuro é sombrio, Mas há esperança ainda…   Os dias são os mesmos E as pessoas são as mesmas E os atos são os mesmos, Tudo enfim! E nós deslizando no turbilhão do tempo…   O mundo é o mesmo O sonho passa O futuro agita A esperança… Tudo tão...

PERVERTENDO

Gostaria de viver outra vez assim: – O meu violão, a minha Yoga, As minhas noites vagas, porém calmas, O meu chá, os meus pincéis e tintas, Uma constante busca do meu pequeno, Insignificante talvez, Mas real desejo do desconhecido mundo.   Gostaria de viver outra vez assim; – Sem saudades dos meus amigos, minhas...

JARDIM BOTÂNICO (RJ)

  Verde, verde Verde, amarelo Verde, azul Verde, branco Olha o mico na árvore Verde, prata Verde, marron Verde, patos Verde, verde Olha a vitória-regia Verde, verde Verde, branco Verde, palmeiras Verde, vermelho Olha o orquidário Verde, roxo Verde, vermelho Verde, bromélias Verde de todas as cores Olha o Cristo redentor Verde...

A HORA DE PARTIR

  Eu gostava de Carnaval, Passou o tempo, não gosto mais Gostava de festas Passou o tempo, não gosto mais Gostava de bares, algazarras Passou o tempo, não gosto mais   Eu gostava de emoções Passou o tempo, não tenho mais Gostava de me apaixonar Passou o tempo, não acontece mais Gostava de amar intensamente Passou o tempo, não amo...

SONHADOR

Chamaste-me um dia: – Sonhador! E eu, eu sonhava com castelos no ar, Com um puro e belo jasmim Que mostrava-me sempre o seu perfume…   Chamaste-me um dia: – Sonhador! E na mente eu esperava encontrar Um perfeito par, um doce amor, Um lindo dia, um beijo ardente…   E no meio destes meus sonhos, Havia luz, paz...

NADA POR FAZER

  De repente, quando não tenho nada por fazer E me entra pelos poros uma ansiedade qualquer, Eu ando pela casa, eu como, eu urino, eu bebo água, leite, chá, Ligo a televisão, boto um disco a rodar, ouço rádio, dedilho o violão E não me prendo a nada que faço, Talvez por divergência Entre a vontade e o fato, Entre o desejo e a...

FELIZ

Sempre pensei em ti primeiro. Arrasei minha vida em vários momentos, Destruí diversas vezes as estacas da ponte Que me unia ao resto do mundo E sempre que quis fugir de ti Caia no vazio e me afogava No rio de lágrimas que chorei por ti.   Eu sempre quis ter-te ao meu lado Buscando iluminar minha existência E fechei todas as...

CÉU ENLUARADO

  Ando sob céu enluarado, Vejo as sombras de um jardim Num lago apaixonado E penso um pouco em mim.   É lascivo e monótono o tédio, É delirante e fogosa a dor… Mas sei, digo-te pois, Que o que faço, não o deveria…   Ando meio abstrato no mundo Vendo homens famintos e gordos ladrões, Vendo chuvas, enchentes...

DESESPERANÇA

Não sei se vale a pena Fechar os olhos e sonhar Que o passado ainda está presente E que o futuro pode me sorrir! Sonhos são sempre frutos De uma imaginação Que, como o néctar, nos alimenta o dia. E sempre que deixamos o travesseiro, Percebemos a cama fria Como a realidade. Não há sonhos realizáveis? Não há mais o que esperar! O passado...

NÃO É BEM ASSIM

  Tudo aquilo que eu disser, Não será bem feito como o sinto… Minhas palavras não são reais Para exprimir tal sensação. Sofro tanto que nem mesmo o sei E o que digo… Não é bem assim…   Sinto agora o que fiz. Sinto-o! Sinto que quando te deixei, Trouxe-te mais e mais a mim E sem querer me fazes falta, Sem querer...