ENAMORADOS – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

ENAMORADOS

Estamos enamorados!

Sei que nos queremos tanto,

Em cada olhar trocado,

Cada beijo no peito calado,

Cada sonho, só sonhado…

 

Queremo-nos no silêncio

Que nos impomos…

Por sermos tão iguais

E tão passionais,

Não nos permitimos desfrutar

O momento máximo de nosso amor…

 

Desejamo-nos na ausência

Que trocamos…

Por sermos tão tolos,

Talvez até egoístas,

Emudecem-se-nos os beijos,

Paralizam-se-nos os afagos,

Dormem-se-nos os sonhos…

 

Deixamos de nos beijar,

de nos afagar,

carinhar,

amar…

Por tão pouco?!

Coisas da Noite. 1997

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *