Estrela da vida inteira – Manuel Bandeira – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

Estrela da vida inteira – Manuel Bandeira

 

Manuel Bandeira sempre foi o meu poeta preferido e inspirador de grande parte de minha obra poética. Eu me lembro de ler seus livros na Biblioteca da UFJF regularmente quando ia lá para fazer alguma pesquisa da faculdade. Em um Natal anos atrás, ganhei o livro que eu mais amava – Estrela da Vida Inteira. A partir daí, esse livro é um dos meus livros de cabeceira preferido.

Manuel Bandeira nasceu em 1886 em Recife, mudou-se para o Rio, voltou para Pernambuco e voltou com a família a morar em São Paulo. Em São Paulo, Manuel Bandeira foi diagnosticado com tuberculose em 1904, aos dezoito anos. Esse momento marcou a vida do poeta que então, deixou o trabalho e se mudou para o Rio de Janeiro para se tratar. A doença influenciou sobremaneira a sua vida e sua obra:

“… – O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado.

– Então, doutor, não é possível tentar o pneumotórax?

– Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino.”(Pneumotórax, 1925)

O poeta nunca se casou. Passou a vida esperando morrer a qualquer momento pela doença antiga. Publicou uma vasta obra literária entre poesias, crônicas, antologias, traduções e outras. Morreu em 1968 no Rio de Janeiro aos oitenta e dois anos.

O poema Desencanto, para mim, é um dos mais lindos. Eu o utilizei como epígrafe da minha dissertação de mestrado. Vale a pena conferir.

 

 

DESENCANTO

 

Eu faço versos como quem chora

De desalento… de desencanto…

Fecha meu livro, se por agora

Não tens motivo algum de pranto.

 

Meu verso é sangue. Volúpia ardente…

Tristeza esparsa… remorso vão…

Dói-me nas veias. Amargo e quente,

Cai, gota a gota, do coração.

 

E nesses versos de angústia rouca

Assim dos lábios a vida corre,

Deixando um acre sabor na boca.

– Eu faço versos como quem morre. (1912)

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

6 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *