FLIMINAS – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

FLIMINAS

FLIMINAS!

A quarta Festa Literária de Rio Novo aconteceu nos dias 17 a 20 de agosto e foi um sucesso! Sucesso de público, sucesso de organização, sucesso de união e paz. O trabalho dos Cavaleiros da Cultura é, sem sombra de dúvidas, uma demonstração de amor à cultura e à divulgação da literatura pelo país. Há dez anos esses homens montam em seus cavalos e saem pelo Brasil distribuindo livros e levando até as pessoas mais carentes uma forma de se tornarem cidadãos. A leitura e a cultura disseminada por esses cavaleiros enobrecem o povo brasileiro tão carente de apoio, tão carente de escolas e tão sofrido.

A ideia surgiu da cabeça de um ser de luz que fez da vida uma arte: Oscar Niemeyer (1907-2012) que idealizou uma cavalgada para levar livros e cultura para o povo brasileiro. A Associação Cavaleiros da Cultura foi criada em 2008 e desenvolve projetos de incentivo à leitura voltados para crianças e adolescentes. Como instrumento, a instituição escolheu as cavalgadas culturais – viagens com doações de livros – apostando em regiões distantes do país, fora do eixo das grandes cidades. O grupo se dedica, ainda, à capacitação de professores da rede pública de ensino, através de parcerias com pedagogos e professores. Já doaram mais de oitocentos mil livros e já percorreram mais de quinze mil quilômetros de estrada pelo interior do país.http://cavaleirosdacultura.org.br/

A Associação tem sua sede na cidade de Rio Novo – MG. Rio Novo é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, criado em 1870. Ao longo do tempo, deu origem aos municípios de São João Nepomuceno, Descoberto, Chácara, Piau, Tabuleiro e Goianá. Tem uma população em torno de 9.000 habitantes.

Em 2014 aconteceu a primeira Feira Literária de Rio Novo, homenageando Adélia Prado, em 2015 o homenageado foi o Ziraldo e em 2016, Guimarães Rosa. Esse ano, a FLIRN passou a se chamar FLIMINAS – Feira Literária de Minas Gerais e homenageou Carlos Drummond de Andrade com o tema: Tem poesia no meio do caminho!

A FLIMINAS foi um evento cultural maior que a FLIRN 2016 e pretende ser a maior festa literária de Minas Gerais. Tem tudo para ser!

Tem tudo para ser porque tem um povo que trabalha para isso. A cidade inteira é empenhada na festa e na recepção dos milhares de pessoas que vão à feira para adquirir livros e cultura, assim como as pessoas que ali vão para se divertir. Há pessoas como Carlos Oscar Niemeyer Magalhães (neto do Oscar) que à frente da associação é transmissor de alegria e energia positiva para todos à sua volta. Há pessoas como André Colombo que passa dias sem dormir para que tudo saia exatamente como deve ser. Há pessoas como o Renan, incansável, que joga em todas as posições sem parar e nele presto minha homenagem à todos os trabalhadores que nesses quatro dias de Feira Literária pegaram nas suas funções às 7:00 e foram até depois do último show para arrumarem o local e abrirem em grande estilo no dia seguinte.

Eu fui em 2016 e voltei em 2017 com a LEIAJF – Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora, a qual presido. O que tenho a dizer: Participaremos todos os próximos anos e vamos ver a FLIMINAS ser a MAIOR FESTA LIERÁRIA DE MINAS GERAIS.

Parabéns aos Cavaleiros da Cultura, parabéns à Prefeitura que apoia a festa, parabéns ao povo de Rio Novo.

Dá vontade até da gente se tornar rio-novense!

Fotos: Artur Laizo e Eder Monteiro

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

2 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *