NÃO QUERO QUE PENSES – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

NÃO QUERO QUE PENSES

Eu não quero que tu penses

Que eu estou tão sozinho assim

E que estou sofrendo tanto

Sentindo falta de ti…

 

Eu não quero que tu penses

Que sem ti eu não sou nada,

Que sem teus ‘braços e beijos,

Sem ti, eu não posso existir…

 

Eu não quero que tu penses

Que eu estou sozinho, náufrago,

Num mundo vazio e triste…

 

Eu não quero que tu penses

Que a minha vida acabou

Só porque não estás comigo!

 

Coisas da Noite, 1997.

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *