OLHEI PRA TRÁS – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

OLHEI PRA TRÁS

Ainda olhei para trás

Quando parti,

Para certificar-me de que tu

Não te arrependestes.

 

Com esperança no coração

Após alguns passos,

Voltei-me e tu nem mesmo

Observavas meu distanciar…

 

Querias que eu me fosse,

Querias que eu te deixasse,

Mas no fundo eu ansiava

Por ouvir meu nome nos teus lábios…

 

Tu fechastes então, todas as janelas

Quando parti, isolando-te de mim,

Não querendo saber se as pedras

Do caminho feririam meus pés…

 

Não sei ainda o que fiz,

Não sei porque me mandastes embora,

Sei que sofro sozinho e triste

Ainda olhando para trás, em vão…

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

3 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *