OVERDOSE – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

OVERDOSE

Quero morrer de overdose de ti!

Quero ter tua energia circulando-me nas veias,

Acelerando meu coração,

Ofuscando-me a visão,

O cérebro quase parando de tanto prazer.

 

Quero uma overdose de ti,

Um momento dos mais imensos de carinho,

De beijos e abraços,

De todo corpo, toda mente, toda semente,

Quero-te inteira em mim,

Enebriando-me matéria e não-matéria,

Fundindo tudo que possa ter contato,

Incorporando todos os sentidos,

Ignorando tudo ao redor,

Buscando o Nirvana da existência,

Encontrando paz onde não houver,

Quero morrer neste momento,

De overdose de ti.

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *