Pão de Canela e Prosa – Página: 2 – Onde as palavras têm sabor
Pão de Canela e Prosa

ACETETO

Eu já falei de soneto. Expliquei que é uma forma literária da poesia onde temos quatorze versos. Todos devem sem ser rimados, metrificados e o mais perfeito é o “Alexandrino Clássico” onde cada verso tem doze sílabas métricas com uma sílaba tônica – a cesura – na sexta sílaba. As rimas devem ser rimas ricas...

ARTE

“Não se pode criticar a arte! Arte é tudo aquilo que o ser humano faz!” Não sei! Não sou a favor de achar uma coisa mal-feita, uma coisa de mal gosto ou que agrida à população no geral como arte. A “Semana de 1922” que abriu as portas para a Arte Moderna, permitiu que tudo fosse considerado como arte. O ser humano se...

REGRAS

Acredito que no mundo, tenhamos que sempre seguir regras. Sempre agradar alguém. Sempre. Sempre! SEMPRE! E o que interessa realmente na vida? Não no mundo, na vida. Há um milhão de regras da família, da sociedade, dos amigos, de tudo enfim. Regras para se vestir, para comer, para andar na rua, para ficar em casa sozinho … nunca! É sabido...

ENCONTRO NO INFERNO – CAPÍTULO 3

Um mês mais tarde – claro que o tempo no inferno é diferente do tempo na terra, pra mais ou pra menos -, o demônio não estava satisfeito com sua empreitada. Tirara da terra dois seres soberbos, mas o fato de terem morrido, fez com que a obra de ambos disputasse o primeiro lugar em vários países. Isso não era bom. Resolveu então, o chefe...

A MULHER PEDINDO ESMOLAS

Eu vi, em um semáforo, uma senhora, possivelmente com mais de sessenta e cinco anos, negra, de roupas bem humildes, mas limpas, pedindo esmolas. O rosto de expressão branda, apesar de sofrida, não sorria, não chorava, talvez ela nem soubesse falar direito. Ela pedia esmolas esticando a mão para os motoristas que, na maioria das vezes não...

ENCONTRO NO INFERNO – CAPÍTULO 2

Augustus se levantou do chão onde permaneceu deitado por um tempo e observou em volta. Não estava mais na lanchonete. O lugar escuro, avermelhado como se houvesse fogo depois da curva à frente, estava imundo e havia um cheiro que ele não conseguia definir o que era, mas se lembrou de ter sentido o mesmo odor na lanchonete antes da confusão...

ENCONTRO NO INFERNO – 1º CAPÍTULO

Ele resolveu, depois de muitas insistências, encontrar o colega escritor Gilberto Lara. Ele odiava pensar que na última avaliação o “outro” como ele dizia, vendeu um livro a mais que ele. Estavam os dois nos primeiros lugares de venda no país e eram os maiores escritores brasileiros vendidos no exterior. Em alguns países...

O CASAL GAY NA FILA

Eu estava parado na porta de um estande grande na Horror Expo em São Paulo e vi que na fila ao lado um casal gay, enquanto esperava sua vez para entrar naquele outro espaço vizinho e levar alguns sustos, se abraçava e se beijava loucamente. Primeiramente, devo dizer que não acho necessária essa demonstração de carinho em público, seja ela...

DEPENDÊNCIA PELO OUTRO

Há pessoas que dependem extremamente de outra pessoa. Há aqueles que dependem financeiramente e isso é justificado quando a pessoa é incapaz- seja por pouca ou muita idade -, por doenças incapacitantes, por momentos passageiros, mas não se justifica sempre essa dependência de filhos adultos para com seus pais, de pessoas que têm...

EU SOU CHORÃO

Eu ainda consigo chorar no final de um livro. Nossa! E como choro com finais felizes ou tristes ou trágicos… A emoção faz parte da minha vida como uma das maiores coisas que eu carrego em mim. Sou extremamente chorão e gosto disso. Gosto de externar minhas emoções e, por isso mesmo, sou transparente. O que sinto não consigo esconder e rio...