QUISERA EU – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

QUISERA EU

Quisera eu poder

Beijar-te agora…

Ouvir tua voz

Sussurrando,

Sentir o calor

Do teu corpo…

 

Quisera eu poder

Beijar-te agora…

A saudade é grande,

O tempo é tão grande,

A falta é tão grande…

A noite não passa!

 

Quisera eu poder

Beijar-te agora!

Quisera eu poder

Estar contigo

Da forma que mais quero,

Do jeito que mais desejo,

De todo modo,

De toda maneira,

Com todo o fogo

Que nos uniu

E que temos que controlar

Agora!

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

2 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *