SEXTA-FEIRA – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

SEXTA-FEIRA

Fim da semana
Não o fim de semana
Mas a conclusão de vários dias de trabalho, correria e desassossego.
Sexta-feira
Hora de respirar e pensar que cumpriu-se o destinado,
A lista de afazeres,
As obrigações…
Sempre as obrigações às quais nos fizemos ser obrigados a resolver…
Sexta-feira
Hora, dia, talvez poucos minutos
De se esquecer de tudo
De se esquecer até de quem se é.
O que há de ser feito,
Ou foi até às dezesseis ou será depois das onze de segunda…
Sexta-feira
Ah! Se for sexta-feira treze
Se tiver lua cheia
Se for cheia de bruxas
Lobisomens
Vampiros
Sangue
Morte
Vida
Melhor

Sexta-feira
Dia de vinho
De queijo
De TV italiana
De relaxar no chão da sala
Alguns dias de sorrir
Outros de chorar
A maioria de chorar
Pensar
Buscar no fundo do fundo do fundo
O que causa essa nata do presente.
Dia de fazer o balanço da semana
Dia do fim da semana
Início do fim de semana
Que passa em um átimo de tempo
Que não deixa nem mesmo
A gente respirar.
Sexta-feira!

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

6 comentáriosDeixe um comentário

  • Creio que o fim de semana deveria ser pra relaxa ,curtir a família, os amigos ou mesmo fazer companhia pra si mesmo. Colocar as idéias em ordem, tentar relaxar o corpo e a mente, enfim se preparar pra mais uma nova semana que estará por chegar. Mas médico muitas vezes tem que se abdicar disso.

  • Acho que o fim de semana deveria ser pra relaxa, curtir a família, amigos ou mesmo fazer companhia pra si mesmo, enfim se preparar pra mais uma nova semana que estará por vir. Tentar relaxa o corpo e a mente,mas não é fácil para quem exerce a profissão de médico, muitas vezes tem que se abdicar do próprio tempo pra cuidar do outro .

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *