TWITTANDO COM O VAMPIRO – AISLAN COULTER – RESENHA – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

TWITTANDO COM O VAMPIRO – AISLAN COULTER – RESENHA

Twittando com o Vampiro – 1ª Edição

Copyright © por Aislan Coulter

Preparação e revisão: Sandra Garcia Cortés

Capa: Jaiana Rodrigues

Diagramação: Samuel Cardeal

 

Coulter, Aislan. Twittando com o Vampiro (Locais do Kindle 7-10). Edição do Kindle.

 

Um vampiro. Uma garota esquizofrênica. Um assassino da Deep Web. Daqui a doze noites o mundo conhecerá o seu governante.

Um livro incrível, com uma história que prende a atenção e com uma pegada Gore muito bem elaborada, com descrições fantásticas. (Danielle Brandão, blog THS — Terror, Horror e Suspense)

Não aconselho para aqueles de estômago fraco. (Andressa Petrova, blog Minha Fuga da Realidade13)

Sem dúvida é um livro único e Aislan Coulter sempre vai ser mencionado por esse trabalho. (Glau Kemp, Boca do Inferno)

 

Twittando com o Vampiro traz a história do vampiro clássico com uma pegada gore, como já falei, e se desenrola a partir de três perspectivas: o relato dos ataques do vampiro, as páginas do diário de Aline Brein, uma jovem esquizofrênica que teve sua intimidade exposta na internet, e um assassino da Deep Web contratado para um trabalho inusitado no Norte do país.

Aislan se utiliza de três estilos narrativos para desenvolver a sua história, que dão uma liga bem interessante: o formato de diário (que possibilita entrar a fundo na mente louca da personagem esquizofrênica), diálogos (que dão uma agilidade e ação para a trama do matador de aluguel) e o narrador em terceira pessoa (que observa atento os ataques do vampiro)… http://www.vailendo.com.br/2017/11/13/twittando-com-o-vampiro-de-aislan-coulter-resenha/

 

RESENHA

É um livro que necessita de uma atenção maior do leitor que tem três histórias seguindo em paralelo até certo ponto do livro e que podem fazer com que o leitor ache que não há uma ligação entre elas.

O vampiro é o clássico vampiro sugador de sangue e destruidor de vidas. Ele mata com crueldade e destrói o pescoço das vítimas, suga o seu sangue e come de sua carne. É um vampiro como outro qualquer que não pode se expor à luz do sol, não tem reflexos no espelho e não pode com água benta. Ao mesmo tempo é um fanfarrão que gosta de carros e velocidade.

O livro prende a atenção do início ao fim. Vale a pena descobrir o que acontece nas três cenas bem trabalhadas pelo autor e conferir o desfecho muito bom.

 

O Autor

Aislan Coulter é graduado em Pedagogia, Letras (Português/Inglês) e pós- graduando em Produção Textual em Língua Portuguesa. É autor dos livros O Cordel de Sangue e Twittando com o Vampiro. É membro do projeto literário Mal do Horror e um dos autores da antologia do Congresso Nacional de Escrita Criativa.

http://www.revistaconexaoliteratura.com.br/2017/05/em-entrevista-aislan-coulter-comenta.html

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *