ULTRA CARNEM – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

ULTRA CARNEM

Título; Ultra carnem

Editora: Dark Side

Autor: Cesar Bravo

Número de páginas: 328

DATA DA EDIÇÃO: 2016

 

Onde comprar:

https://www.skoob.com.br/ultra-carnem-621201ed621963.html

https://www.amazon.com.br/Ultra-Carnem-Cesar-Bravo/dp/8594540159

Resenha: O livro é composto de quatro contos. O primeiro se passa em um orfanato comandado por um padre e uma freira, por vota dos anos 1900, onde uma cigana traz uma criança, Lester, para viver nesse lugar. É um menino arredio, que conversa pouco e traz sempre consigo um vidro de tinta. Como é um artista, logo lhe é dado um quarto onde pinta quadros de extremo mal gosto e tem uma estátua de uma ciganinha que parece uma pessoa real. A tinta, em si, vai custar a vida de muita gente dali para frente, inclusive de quem está no orfanato quando o mesmo é destruído.

O segundo conto, traz um pintor sem sucesso que procura pela tinta do menino cigano para melhorar sua produção artística e conseguir sucesso. Essa busca acaba por destruir muita coisa em sua vida.

No terceiro, o técnico de informática, casado com uma mulher gorda e desinteressante e pai de um menino com deficiência mental, acaba tendo contato com a ciganinha e passa por grande transtorno na vida causado pelo mal.

No quarto, apresenta-se então, figuras do inferno e a envolvida é uma garçonete que passou mal pedaço na vida, sendo apresentada como uma mulher forte devido à vida difícil que teve.

Ultra Carnem expande em muito a mitologia criada por Cesar Bravo, dando detalhes assustadores sobre a infância e a obra maldita de Wladimir Lester, o estranho menino pintor. Além disso, o autor mostra até onde vai a fome de um homem desesperado pela fama ou por uma vida mais digna por direito. A caminhada segue sem pudores expondo a fragilidade de cada um de nós. Por fim, o leitor fica com a sensação de que nós, humanos, não devemos bancar o esperto. E que não existe a possibilidade de enganarmos o céu e o inferno.

O autor tem um material muito bom em mãos e personagens fantásticos. Para mim, no entanto, faltou um pouco mais de “susto” quando as coisas aconteceram na narração e, talvez isso se dê, pela intimidade com o terror e o sobrenatural. Demorei um pouco para ler o livro todo, em parte pelos dias atribulados entre FLIMINAS, XVII Bienal do Rio de Janeiro e tantos outros compromissos.

Recomendo o livro para todos que gostam do sobrenatural, de terror e principalmente gostem do misticismo, de mitos e verdades relacionados à religião e de contos onde o próprio demônio é um dos personagens principais.

18 NOVEMBRO 2016 – Cesar Bravo, escritor.
– CADERNO 3 – 21C30501 – DESIREE BAPTISTA

O autor:

CESAR BRAVO: Nascido em 1977, em Monte Alto, São Paulo, foi apenas recentemente que Cesar Bravo deu voz à sua relação visceral com a literatura. Durante sua vida, já teve diversos empregos — ocupando cargos na indústria da música, na construção civil e no varejo. É farmacêutico de formação. Bravo publicou suas primeiras obras de forma independente, e em pouco tempo ganhou reconhecimento dos leitores e da imprensa especializada. É autor e coautor de contos, romances, enredos, roteiros e blogs. Transitando por diferentes estilos, possui uma escrita afiada, que ilumina os becos mais escuros da psique humana.

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *