VERDADEIRO – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

VERDADEIRO

O que eu quero da vida? Não sei! Saberei
Algum dia? Será? Um homem como eu,
Cheio de ideias, louco seria e não sei
O que é mais importante no caminho meu.

Eu vivo como eu quero, eu vivo como um rei
Mas nada do que tenho ou faço, não sou eu
Quem escolhe nessa vida o que um dia serei
Pois sigo com minh’alma angustiada e revel.

O que eu quero da vida, ainda não sei dizer
Por mais coisas que eu busque e enfrente p’ra viver
Não consigo escolher meu caminho certeiro.

Jamais conseguirei acalmar minha mente
E se busco incessante novo chão e semente
É porque ainda me falta ser mais verdadeiro!

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

2 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *