POESIAS – Página: 2 – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

Categoria -POESIAS

NINGUÉM DEIXARIA ACONTECER

I A maior tragédia da vida dela Foi ter nascido naquela favela, Ter nascido negra, pobre e mulher, Querer ser alguém num mundo atroz, Querer ser mais, meter a sua colher Contra todos, mesmo contra seu algoz. A sua tragédia maior foi ser O que ninguém deixaria acontecer… II Ela cresceu sozinha, e tão mal vista. Queria ser mais, e ser uma...

A VAGAR

Na escuridão do meu caminho torto, Levo os dias empurrando minha alma, Por certo até, eu já esteja morto, Sigo arrastando correntes, com calma… Nessa escuridão desse fétido horto, Talvez algum dia, com alguma palma, Tenha alcançado algum simples conforto, Mas, hoje, caminho só, sem vivalma… Matei minha vida quando perdi...

GUERRA

Na estação, o bravo soldado se despede, Da família que parte para se salvar E aos céus, com coração destruído ele pede Que possa ver as filhas, e a esposa beijar. Desesperada a mãe, tenta sorrir, despede Do seu herói, que fica e não pode chorar. Trem sai e leva vidas, enquanto, na sede Da guerra, o som das sirenes volta a...

CARNAVAL 2022

É Carnaval! O batuque que se ouve, São apenas bombas da guerra. Nas ruas, Ao contrário de antigamente, Reina o silêncio E um trânsito leve, Fácil de se seguir. É Carnaval! O clarim foi substituído Pelas sirenes da guerra! Nas ruas, Ainda há muita gente Dormindo na calçada Desemprego, doença, fome… Difícil resolver? É...

A PORTA

Quando a porta bateu e tu por ela passaste, Saíram contigo meus sonhos, pesadelos, Saíram contigo as esperanças, atropelos Saíram contigo quando ela atravessaste. Aquela porta, que ao sair tu me fechaste, Trancou meu coração, quebrou meus cotovelos, E teus atos mordazes que eu não posso vê-los, Machucam muito, pela porta que cerraste. E...

A VELHA

A VELHA Artur Laizo Ela morava sozinha, Na última casa escondida. Desde que fora ferida Não era boa vizinha. Um dia, ainda criança, Sofreu a perda dos pais E calando tantos ais, Foi perdendo sua esperança. Cresceu e sem proteção, Lutou contra a tirania Do tio que se servia… Obrigada! Humilhação! A tia, pobre mulher, Sem forças...

CANÇÃO DO MUNDO ATUAL

Toca o sino da Matriz chamando a congregação. Nesse momento feliz, todos juntos: oração! Artur Laizo Vamos pedir com fervor que o mundo tenha mais calma, muita gente sem amor, muita matéria sem alma. Artur Laizo Os homens estão perdendo a grandeza de sua alma. Pela vida que estão tendo, cada dia menos calma. Artur Laizo Se Deus não for o...

EU QUERIA

*EU QUERIA* Artur Laizo Queria, quando olhasse para a lua, Que também tu estivesses a sonhar Com o amor que tivemos e na rua, Deixamos se perder e definhar. Eu queria que meus desejos, tua Vontade também fosse. E envergonhar Por que se nos meus braços ‘stavas nua? Se em meus beijos esteves a vagar? Queria que, quando eu olhasse o...

CAMINHOS TORTOS

Quisera eu amar e ser amado, Ser feliz e viver no paraíso. Quisera eu cantar todo encantado As músicas melhores de Dioniso. Mas infeliz no amor, fui desarmado E na vida caminho tão indeciso, Nunca mais tendo amor, desamparado Levado pela vida ao improviso. Quisera eu ser amado e ter amor Para retribuir tão grande afeto, Mas a solidão sempre...

EXATAMENTE ASSIM

É exatamente assim Que eu quero te ver: A pele dourada, O coração aberto, O sorriso largo, A esperança nos olhos, A vontade de me abraçar, A delícia ao me beijar. A mente louca, O corpo ardente, O desejo maior que o amor, Se houver amor. Assim eu quero te ver: Querendo ter meus braços, Meus abraços, Meus beijos, Minha volúpia, Meu fogo...