CAFE – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

CAFE

Como é bom tomar café,
Café com pão, fumegante,
Café preto, muito leite,
Café, queijo e muito pão.
Como é bom café, café.
Como é bom café com pão.
E o pão quente com manteiga,
Dispensa qualquer entulho.
Café, preferência puro,
Não tem hora pra tomar.
Eu prefiro café quente,
Sem açúcar, sem veneno.
Há quem tome bem gelado
Mas sempre tomar café.
De dia ou bem mais tarde,
No meio da noite fria,
Há quem toma pra acordar
E há quem toma pra dormir.
O importante, muito mesmo,
É tomá-lo sempre, sempre,
Fazer festa, reunião
Pra tomar café com pão.
O importante é muita fé:
Pois sempre haverá café.

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

2 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *