QUERIA ACABAR COM TUDO! – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

QUERIA ACABAR COM TUDO!

Eu queria acabar com tudo!
Acabar com os sonhos que não deram em nada,
Acabar com os pesadelos que me fecham portas…
Acabar com os caminhos que, erroneamente, percorri,
Mas também acabar com os que terei de seguir, para não errar de novo.
Queria acabar com meus dias enfadonhos e cansativos,
Mas também com minhas noites produtivas e belas.
Queria acabar com tudo o que faço e que ainda está incompleto,
Mas também não completar nada que não queira fazer.
Queria acabar com meus sorrisos forçados,
Acabar com a força da minha feição solar e incentivadora.
Queria acabar com a sombra que me persegue,
Mas não deixar entrar a luz do sol que me queimará.
Quero acabar com o silêncio torpe das pessoas que não falam,
Mas também acabar com a voz daquelas que falam o que não pensam.
Quero acabar enfim,
Com esse estado mórbido,
Lânguido,
Apático,
Febril.
Quero acabar com esse dia insuportável de cansaço extremo,
Mas também quero que essa noite acabe rápido.
Quero acabar com essa apatia,
Com esse mês
Com essa semana,
Com esse dia,
Com essa noite…
Quero acordar de novo na manhã fria desse outono
Me sentindo renovado
E pronto a continuar com tudo que faço, amo,
E vou carregar para sempre!
Mas hoje,
Eu queria acabar com tudo!

               

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete, Sociedade Brasileira de Poetas Aldravistas e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *