SOFRIMENTO – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

SOFRIMENTO

Sofrimento é coisa dura
Que marca na face, a vida,
Deixa mancha tão escura,
Não cicatriza a ferida.

A fome sempre perdura,
Pesadelos sem guarida
E pra doença, não há cura,
Na caminhada sofrida.

E sofrendo cada ser,
Não tem nenhuma esperança…
O que pode parecer

É que a vida é desse jeito,
Não tem como haver mudança:
É assim e está perfeito!

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete, Sociedade Brasileira de Poetas Aldravistas e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

1 comentárioDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *