UM RIO – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

UM RIO

Eu queria ser um rio
que corresse devagar,
conservando o meu brio
para o mar doce agregar.

Eu queria ser um rio
que pudesse só vagar
dia quente, dia frio,
muito amor pra me apegar…

Eu queria ser tranquilo,
como a noite em seu estilo,
o silêncio e a escuridão.

Eu queria estar em paz
como se eu fosse capaz
de aquietar meu coração.

         

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete, Sociedade Brasileira de Poetas Aldravistas e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *