DIA DOS NAMORADOS – MINICONTOS – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

DIA DOS NAMORADOS – MINICONTOS

Miniconto 1

A profissão dele era viajante. Ficava semanas fora da cidade. A jovem esposa estava acostumada com dias frios e solitários. Naquele dia dos namorados, ele chegou sem avisar. Encontrou a mulher na cama com o amante. O quarto banhou-se em sangue: dois assassinatos, um suicídio.

Mimiconto 2

Ele sorriu e a beijou. Ela também sorriu. Assim começou o namoro. Depois vieram casamento, filhos, vida feliz. Ele sorriu e a beijou. Ela sorriu também. Deram-se as mãos. Foram encontrados abraçados, felizes e mortos. Morreram no dia dos namorados.

Miniconto 3

Eles eram namorados desde a infância. Nunca tiveram olhos para outra pessoa. A vida sempre foi feliz com a família que construíram. Valia a pena encher a casa de flor naquele dia dos namorados.

Miniconto 4

José amava João desde adolescente. Esperou o amado voltar de várias desventuras. Hoje estão juntos comemorando o dia dos namorados.

Miniconto 5

Não havia flor que Isabel gostasse. Achava que era desperdício dar flor para alguém. As flores morrem. Naquele dia dos namorados sua opinião mudou. Recebeu um bouquet de rosas vermelhas e um cartão cheio de corações. Percebeu que todo o amor de Christina, sua companheira, estava naquelas rosas. As flores mudaram de valor.

Miniconto 6

Ele não sabia o que dizer para sua namorada. Ele não sabia o que fazer com sua primeira namorada. Era dia dos namorados. Eles se encontraram. Ele lhe deu uma rosa. Viu os olhos dela brilharem. Ele pensou mais que disse: Eu te amo!

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete, Sociedade Brasileira de Poetas Aldravistas e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

3 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *