COMPANHEIRO – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

COMPANHEIRO

Quem me quer de companheiro
Na longa estrada da vida?
Informo não ter dinheiro
E uma alma bem ferida.

A alma que trago tem cheiro
De uma vida bem sofrida,
Lutas de um guerrilheiro
Na busca de uma guarida.

Mas se não queres problema
Deixa-me seguir sozinho!
Talvez seja esse o dilema:

Quero companhia e amor,
Não sei ofertar carinho,
Só sei encontrar a dor.

         

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *