SOZINHO – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

Tag - SOZINHO

SOZINHO

Me sinto só, comum, nesse meu tempo vivo, Me sinto triste, sempre que ouço uma canção, Falta-me força, sinto-me muito inativo, Sinto um ritmo estranho no meu coração… A energia finda, me deixa passivo, Não sei nem mais lutar pela própria emoção. Deixei passar meus sonhos, desejo lascivo, Eu não busquei amar, nem quis...

A VAGAR

Na escuridão do meu caminho torto, Levo os dias empurrando minha alma, Por certo até, eu já esteja morto, Sigo arrastando correntes, com calma… Nessa escuridão desse fétido horto, Talvez algum dia, com alguma palma, Tenha alcançado algum simples conforto, Mas, hoje, caminho só, sem vivalma… Matei minha vida quando perdi...

SOZINHO

A gente nasce sozinho Com tanta gente cuidando. É alegria e carinho Muita gente se abraçando. A gente segue o caminho Muita gente acompanhando Sentindo falta do ninho E de quem está faltando. Mas a vida sorrateira, Prepara uma brincadeira Para seguir sempre em frente… Um dia, chega ao final O grande ciclo vital: – Estamos sós...

LOUCO

Quem é você, cara? Quem você se tornou? Amor! Amor! Amor! Ama quem? Amou a quem? Será que sabe conjugar o verbo amar? O verbo dar importância a alguém? O verbo ser alguém? Sabe ser alguém? Isolado! Sozinho! Afastado de tudo e de todo! Louco? Sempre se achou louco… Hoje, perdeu a graça

SOLIDÃO

*SOLIDÃO* Nascemos sozinhos! O certo é que morreremos sozinhos também. Durante todo o período que vivemos, desde que nascemos até quando fecharmos os olhos pela última vez, estamos e estaremos todos sempre sozinhos. Os pais, os irmãos, a família convivem, mas cada um a seu modo está sozinho. Há milhões de coisas em cada cabeça que não...

SOZINHO

Sozinho Sinto-me mais sozinho que dantes quando era mais sozinho que agora! E a solidão – eterna companheira -, senta-se à mesa tão faceira, tornando falsa minha loucura verdadeira! Sinto-me mais sozinho com o frio que invade o coração, com o sol que queima o rosto, com a chuva eterna sobre mim! Não há neste porto onde atraquei meu...