A HORA DE PARTIR – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

A HORA DE PARTIR

hora-de-partir

 

Eu gostava de Carnaval,

Passou o tempo, não gosto mais

Gostava de festas

Passou o tempo, não gosto mais

Gostava de bares, algazarras

Passou o tempo, não gosto mais

 

Eu gostava de emoções

Passou o tempo, não tenho mais

Gostava de me apaixonar

Passou o tempo, não acontece mais

Gostava de amar intensamente

Passou o tempo, não amo mais

 

Talvez o tempo

No seu infinito saber

Passe depressa levando tudo

Deixando-nos nus

Devastados

Desertados

Preparando-nos

Pra sofrer menos

Pra viver menos

Pra aguardar suavente

A hora de partir.

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor.

5 comentáriosDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *