INSTANTE FINAL – Pão de Canela e Prosa
Pão de Canela e Prosa

INSTANTE FINAL

Ele sentou-se ao seu lado,
Pegou-lhe a mão enrugada,
Beijou-lhe o dorso gelado
Pela lágrima escapada.

Jazia no leito usado
A mulher por ele amada,
Ele estava apavorado,
Ela estava serenada.

Filhos vivendo distante
Não viam aquele instante,
Queriam voltar depressa…

E o velho, triste e sem chão,
Ouviu em seu coração:
Vamos lá que a hora é essa!

         

Sobre o autor Ver todas as postagens

Artur Laizo Escritor

Artur Laizo nasceu em 1960, em Conselheiro Lafaiete – MG, vive em Juiz de Fora há quase quatro décadas, onde também é médico cirurgião e professor. É membro da Academia Juiz-forana de Letras e da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafaiete e presidente da Liga de Escritores, Ilustradores e Autores de Juiz de Fora - LEIAJF.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *